Que é o TOFU e que propriedades tem?

Rate this post

Esta semana fiz uma receita de TOFU grelhado com um molho delicioso, e a raiz desta receita, me chegaram muitos comentários de que era o tofu e para que era bom. Assim, visto que ainda é um produto que não se conhece muito, eu decidi escrever um pouco sobre este alimento.


O tofu é um alimento de origem asiática, muito conhecido em sua gastronomia, e, desde há alguns anos, exportado para todo o mundo graças às suas múltiplas propriedades e a sua versatilidade na cozinha. Então se pôs de moda com o crescimento da dieta vegetariana e vegana. Não é para menos! é um alimento muito equilibrado, que traz muita proteínas, cálcio e por causa de sua semelhança com o queijo pode ser um bom substituto para justamente quem não comer produtos de origem animal.


O tofu é feito a partir das sementes de soja. O processo de preparo é muito semelhante ao do queijo. Você precisa apenas leite de soja e um coagulante. No Japão a este coagulante é chamado de Nigari, que não é outra coisa que o cloreto de magnésio. Também se pode fazer com o suco de limão, mas não será um tofu firme e, obviamente, terá um toque ligeiramente ácido.


Ao contrário da carne, tofu permite fazer uma digestão mais rápida, nos traz muitos minerais, incluindo uma boa dose de ferro e cálcio, não deixa tóxinas que depurar, e contém ômega 3 e gorduras saudáveis, algo muito recomendado para pessoas com problemas de colesterol.


Por se tratar de um alimento derivado da soja, nos traz benefícios semelhantes ao de outras leguminosas, como o seu alto conteúdo de fibras e proteínas, cálcio e ferro.
A diferença com relação a outras leguminosas, é que o tofu é muito rico em


100 gramas de tofu contém:


– 70 calorias


– 9g de proteína


– 3,5 g de gordura


– 1,5 g de carboidrato


– 1g de fibra


O tofu contém fitoestrógenos chamados de isoflavonas ou flavonóides, muito semelhante em função e estrutura a do hormônio feminino (estrogênio).
O tofu contém elevadas quantidades de oxalatos, então, é um alimento pouco recomendável para pessoas com problemas de cálculos renais por oxalatos.
Agora para finalizar, vou quebrar um par de mitos. Falou-Se que as crianças não podem consumir soja, pois provoca cretinismo e alterações da glândula tireoide, mas o certo é que o efeito bociógeno (dificuldade para assimilar o iodo) ocorre quando não se cozinha a soja ou é submetido a altas temperaturas.
Na atualidade, a parte de que a quantidade de soja consumida é baixa, não produz qualquer efeito sobre a glândula tiróide.
O efeito bociogeno que produzem as isoflavonas da soja está inativo durante a cozedura e o leite de soja como o TOFU, comentem a altas temperaturas.
Nos estudos que se têm mostrado efeitos negativos da soja sobre as pessoas, se tinha usado soja fermentada, que não foi submetida ao calor.


Espero que tenham gostado do post, e aqui me têm para resolver qualquer dúvida!